audição comprometida

A terceira idade, ou melhor, a melhor idade

Após aos 60 anos, o indivíduo já passa a ser considerado idoso. Nessa fase da vida muitos sentidos e órgãos do corpo começam a falhar e não é diferente com o ouvido e a audição.
Com a chegada da velhice, as células do ouvido vão morrendo e o resultado disso é a presbiacusia, perda auditiva decorrente da idade.

Os primeiros sintomas da perda auditiva no idoso normalmente são percebidos por familiares que notam que o paciente começa a pedir para repetir várias vezes a fala, colocam a televisão em volume alto e já não participam mais de conversas com muita gente.

Tudo isso são consequências da perda da audição e fazem com que o idoso se isole e evite situações nas quais sabe que vai ter dificuldade para ouvir, como falar ao telefone, ir a um restaurante, ir em uma festa, etc.
Para resgatar a qualidade de vida do idoso com dificuldade para ouvir a melhor solução é a adaptação de um aparelho auditivo, o qual irá auxiliá-lo a ouvir e entender melhor e também o dará mais confiança em participar socialmente da vida.