treinamento auditivo

Treinamento auditivo

O sistema auditivo humano é dividido em 2 sub sistemas. O sistema auditivo periférico (ouvido) e o sistema auditivo central (cérebro e vias nervosas). A alteração do sistema auditivo periférico muitas vezes é amenizada com o uso de aparelhos auditivos, porém o sistema auditivo central, ou melhor, processamento auditivo central precisa de muito mais do que um aparelho auditivo. Precisa de treinamento auditivo.

O processamento auditivo central é realizado pelas vias nervosas e pelo cérebro que execultam diversas habilidades auditivas necessárias para a interpretação auditiva. Por isso que para que o deficiênte auditivo tenha uma melhora na compressão, não basta o uso do aparelho auditivo. Necessita-se de um treinamento auditivo.

Com a perda auditiva, o cérebro vai perdendo as habilidades e capacidades auditivas de discriminação, atenção, etc devido a falta de estimulo sonoro recorrente da perda auditiva. Com a adaptação do aparelho auditivo, conseguimos voltar a estimular o cérebro e aos poucos e dependendo de cada organismo, o sistema auditivo central, o processamento auditivo central e as habilidades auditivas podem ser melhoradas. Porém, com o treinamento auditivo, conseguimos esses resultados com mais rapidez e eficiência. Funciona como se fosse uma fisioterapia para as habilidades auditivas. São apresentados diversos estimulos sonoros e o paciente deve fazer diversas tarefas como repetir sequencias sonoras, distinguir um som no meio de outros etc. Com esses exercícios o deficiênte auditivo tem a chance de melhorar a sua compressão e passar a entender melhor em diversas situações.